07.out.2020

Aeroporto de Florianópolis adota sistema de monitoramento de temperatura com inteligência artificial no desembarque de passageiros

CAMERA TERMICA

 

A solução da Intelbras identifica pessoas com febre e o uso de máscaras

O Aeroporto Internacional de Florianópolis ( Floripa Airport), atualmente eleito o melhor do Brasil, implementa nova medida para garantir a segurança dos cidadãos. Foram instaladas soluções térmicas da Intelbras, empresa brasileira desenvolvedora de tecnologias com sede em São José, na área do desembarque de passageiros. O equipamento identifica pessoas com temperatura elevada, um dos sintomas da COVID-19 e, também, registra o uso de máscaras.

Com o aumento gradual do movimento de passageiros, a Floripa Airport optou pelas câmeras em substituição às pistolas de medição individual de temperatura, garantindo um controle mais rápido e eficaz e evitando aglomeração no desembarque. Em setembro, o aeroporto deve registrar em torno de 1,8 mil passageiros desembarcados por dia.

“A indústria da aviação sempre teve elevados padrões sanitários. E agora nós os intensificamos. A solução térmica é um exemplo, que garante eficácia, conforto e segurança aos nossos passageiros e para a comunidade aeroportuária” observa Ricardo Gesse, CEO do aeroporto de Florianópolis.


Temperatura dos passageiros sendo aferidas no Aeroporto

O novo sistema mede a temperatura à distância e de até 15 pessoas simultaneamente. Se um passageiro com temperatura elevada for identificado, ele será abordado pelos profissionais da Vigilância Sanitária municipal, presentes no aeroporto, e encaminhado para avaliação de sintomas. Além da aferição de temperatura, a solução possui tecnologia de reconhecimento facial, que identifica o uso correto de máscaras.

“A pandemia do novo coronavírus trouxe diversos desafios para as companhias aéreas, aeroportos e passageiros. A saúde de todos se tornou prioridade, portanto, é realmente gratificante poder contribuir com nossas tecnologias e soluções inovadoras, para tornar a Floripa Airport ainda mais eficiente e segura”, afirma Marcus Ferraz Haudsch, Gerente de soluções e projetos da Intelbras. “As soluções Intelbras são vitais hoje para viabilizar o monitoramento e o funcionamento de hospitais, farmácias, bancos, órgãos públicos e setores essenciais, como os aeroportos”, complementa o executivo.

A tecnologia

A solução tecnológica da Intelbras que está sendo utilizada na Floripa Airport é composta por câmera térmica, gravador inteligente de imagens, equipamento de precisão para medição de temperatura e software de gerenciamento. A câmera identifica e gera alertas de pessoas com alta temperatura, de forma automática com auxílio da Inteligência Artificial, podendo acionar sistemas de alarme, controle de acesso, avisos na tela do operador, entre outros. O equipamento também possui reconhecimento facial, o que ajuda na identificação das pessoas de forma rápida e eficaz; esse recurso também conta com a detecção de máscaras, o que auxilia na obrigatoriedade do uso do equipamento de proteção.

 

“Inovação faz parte do DNA da Intelbras. Somos uma empresa brasileira com mais de 44 anos de história e inovar faz parte do nosso dia a dia, dos nossos procedimentos, do nosso jeito de agir e de fazer negócios. Possuímos um dos maiores centros de pesquisa e desenvolvimento da América Latina com mais de 300 profissionais, entre engenheiros, designers, pesquisadores, entre outros, dedicados exclusivamente em desenvolver produtos de alta tecnologia e qualidade, como as soluções térmicas que estão sendo utilizadas na Floripa Airport”, complementa Marcus.

 

Matéria completa:https://revistadigitalsecurity.com.br/aeroporto-de-florianopolis-adota-sistema-de-monitoramento-de-temperatura-com-inteligencia-artificial-no-desembarque-de-passageiros/