IVP 5002 PET

Sensor infravermelho passivo

O sensor de presença IVP 5002 PET é, sem dúvida, o infravermelho passivo com Pet Immunity de melhor custo-benefício do mercado.
Cores

IVP 5002 PET


Linha 5000: economia para os bolsos e liberdade para os pets

Os sensores da linha 5000 Intelbras são, sem dúvida, os infravermelhos passivos com Pet Immunity de melhor custo-benefício do mercado. Ter um sensor robusto, preciso e com a capacidade de diferenciar o seu animal de estimação de um intruso nunca foi tão econômico.

IVP 5002 PET

 

 

Intelbras Speed-Clip

Todos os sensores da linha 5000 contam com o sistema Speed-Clip, garantindo uma instalação fácil e segura. Basta apenas remover uma tampa no sensor, sem parafusos e sem contato com o restante da placa.

IVP 5002 PET

IVP 5002 PET

 


IVP 5001 PET SHIELD: proteção absoluta sem interferências

O sensor IVP 5001 PET SHIELD é a versão do IVP 5001 PET com tecnologia Intelbras SHIELD. Alguns aparelhos comuns como lâmpadas, roteadores e telefones sem fio, as vezes emitem ondas eletromagnéticas ou radiofrequências que podem causar disparos falsos na maioria dos sensores de alarme disponíveis no mercado. Com a blindagem Intelbras SHIELD, o sensor fica imune a essas interferências, tornando-se muito mais preciso. 

Intelbras SHIELD

 

Intelbras SHIELD: a blindagem metálica

Projetado para ser imune a interferências eletromagnéticas e radiofrequência, o IVP 5001 PET SHIELD conta com um escudo em seu circuito eletrônico que o protege contra irradiação de frequências inimigas.

 

Produto beneficiado pela legislação da informática.

  • Como faço para instalar mais de um sensor com fio em serie numa mesma zona?
    Resposta: 

    Para realizar a instalalação em série de sensores uma mesma zona de uma central de alarme, sem o uso de resistores, para isto siga o procedimento do vídeo abaixo:

     

     

     

  • Quero duplicar as zonas onde uso os sensores com fio, como faço isso ??

    Antes de começar, saiba que a duplicação de zonas da central é possível apenas nas centrais monitoradas.

    Ela funciona da seguinte forma, em uma mesma zona física da placa da central de alarme, a entrada irá reconhecer duas zonas distintas. Sendo uma zona alta (utilize um resistor de 3k9 no sensor) e a outra zona baixa (utilize um resistor de 2k2 no sensor).

    Para entender melhor como funciona esta aplicação, assista ao seguinte vídeo da Intelbras.

     

  • Meu sensor não está disparando, o que pode ser??

    Verifique a instalação do sensor, pois ele pode estar de 1,80 a 2,20 metros de altura do chão dependendo do ambiente e sua aplicação, mas sua altura máxima não deve passar 2,20 metros do chão , consulte o manual para mais informações.

    Caso utilize um articulador verifique se o uso está correto, pois o o sensor mau posicionado poderá prejudicar a função PET e o ângulo de cobertura do sensor.

    Ajuste a sensibilidade do sensor, para o sensor  trabalhar máxima na sensibilidade, o Jumper Pulso deve estar aberto (desconectado).

    Lembrando sempre que este sensor é destinada a ambientes internos, se ele estiver num local diferente como uma garagem ou uma sacada por exemplo, não poderemos garantir seu pleno funcionamento.

    Segue abaixo um tutorial em PDF sobre a instalação deste tipo de sensor:

    http://backend.intelbras.com/sites/default/files/integration/tutorial_i…

  • Meu sensor dispara em falso, o que eu faço?

    Verifique a instalação do sensor, pois ele pode estar de 1,80 a 2,20 metros de altura do chão dependendo do ambiente e sua aplicação, mas sua altura máxima não deve passar 2,20 metros do chão , consulte o manual para mais informações.

    Você pode também diminuir a sensibilidade do sensor para o mínimo, verifique se o Jumper Pulso está fechado,(padrão de fábrica).

    Caso utilize um articulador verifique se o uso está correto, pois o o sensor mau posicionado poderá prejudicar a função PET e o ângulo de cobertura do sensor.

    Tome também os seguintes cuidados na instalação:      

    Não instale o sensor voltado para aparelhos de ar condicionado, aquecedores ou qualquer equipamento que possa gerar uma mudança brusca de temperatura.

    Evite luz solar direta na lente do sensor, vapores e umidade alta sobre o sensor.

    O sensor também não deve estar voltado "olhando" para portas ou janelas de metal, pois esse material absorve muito calor e pode causar disparos falsos.

    Para mais informações veja o seguinte tutorial sobre instalação de sensores em ambientes internos:

    https://backend.intelbras.com/sites/default/files/integration/tutorial_…

Instalação de sensores com fio em serie na mesma zona.
Este produto deve ser configurado por um técnico qualificado.